Onde Comer em Lisboa?

Se tem uma coisa que a gordinha aqui adooora fazer durante as viagens (e em casa também né?! :-P) é comer!!! Sou gulosa até não poder mais, porém não sou de fazer muitas extravagâncias, não costumo ir a restaurantes caros ou renomados, gostamos de descobrir lugares… Que hoje, com a ajuda dos blogs e do “Seu Google”, fica beeem mais fácil.
Então, comer em Lisboa, uma cidade deliciosa em vários sentidos, não foi nada difícil… Meu prato predileto era bacalhau, nenhum tipo específico, mas era o meu preferido. E a minha sobremesa era o Pastel de Nata, que eu comia rezando de tão bom.

Como contei aqui, passamos apenas 2 dias em Lisboa, ou seja, experimentamos poucos restaurantes, até porque repetimos um deles, mas resolvemos dividir com vocês os dois restaurantes que nós fomos, gostamos (da comida e do preço) e recomendamos.

 

Escolha aqui o seu Hotel em Lisboa

 

Aldea Restaurante

Almoçamos neste restaurante depois de ir ao Castelo de São Jorge e antes de seguir para Belém, ele fica muito bem localizado para quem pretende pegar o elétrico (ônibus) para Belém, na Baixa de Lisboa. Gostei muito da comida e do atendimento, e apesar de não lembrar o preço exato, lembro que pedimos dois pratos do menu de almoço e que eles não ultrapassaram o valor de 10 euros cada um.

Comer em Lisboa

Comer em Lisboa

Comer em Lisboa

Maiores informações no site.

 

Veja aqui nosso roteiro de Dois Dias por Lisboa

 

Artis Winebar

Esse foi o restaurante que nós jantamos duas vezes seguidas, no meio de tantos restaurantes pega-turista na Bairro Alto, tivemos sorte de dar uma espiadinha neste e resolver ficar por lá! Repeti o mesmo prato nos dois dias (fazer o que se ele estava sensacional?) e pedimos um vinho ótimo (que eu não lembro o nome, nem o preç0 #shame)! Mas fica a dica para você pedir batatas bravas, elas são muuuuito boas!

Comer em Lisboa

Comer em Lisboa

Como nós fomos no inverno foi tranquilíssimo pegar lugar no Artis, mas li vários comentários no Trip Advisor dizendo que é comum ter que aguardar em torno de 45 minutos para liberar uma mesa. Ou seja, em tempo de alta temporada, tente chegar um pouco antes da fome apertar para você não acabar desistindo.

Maiores informações no site.

 

Veja aqui Nossas Considerações sobre o Inverno Europeu

A Padaria Portuguesa

Além desses dois restaurantes, nós também optamos por comprar pães para comer com queijos e vinhos no apartamento que a gente se hospedou. Paramos numa padaria ótima, que fica bem no Largo do Chiado, e também serve refeições (me lembrou o Talho Capixaba no Rio) e compramos alguns pães diferentes. Mas confesso que fiquei com vontade de experimentar a comida de lá também!

Comer em Lisboa

Maiores informações no site.

Sobre a sobremesa, eu tenho que pedir desculpas por não ter fotografado nadica de nada – às vezes é difícil esperar para dar o clique antes de comer, juro! – mas como disse no início do post, os pastéis de nata (especialmente os de Belém) me ganharam fácil, fácil!

Bom, como disse, foram poucos lugares… Mas eu recomendo os três de olhos fechados! E você aí, tem alguma experiência gastronômica, daquelas inesquecíveis, em Lisboa? Conta aí pra gente na caixa de comentários, conta!

Author: Natália Gastão

Fluminhoca (fluminense + carioca) experimentando a vida mineira em Belo Horizonte, fisioterapeuta, acupunturista e viajante. Apaixonada pelo Rio e por viajar, sofre de tensão pré e depressão pós viagem, não pode ver uma promoção de passagem aérea e quer ir para tudo quanto é canto.

Share This Post On

Mantenha este blog vivo, comente!