Visitar Hvar no modo slow travel!

Hvar é uma famosa ilha na Croácia que possui quatro cidades: Stari Grad, Hvar, Jelsa e Sucuraj. É como se fosse o Rio, que o estado é Rio de Janeiro e possui cidades como o Rio de Janeiro, Búzios, Petrópolis e Resende. Em Hvar, o melhor lugar para se hospedar é em Hvar Town mesmo, mas os outros também valem a visita.

Hvar

Como já contei aqui antes, chegamos super tarde na ilha, pois desviamos nosso caminho para a Bósnia e até chegarmos em Drvenic para pegar o ferry já estava beeem tarde. Chegar tarde da noite, não foi uma boa ideia, pois ainda encaramos mais uma hora de Sucuraj (onde o ferry chegou) até Hvar, numa estrada de mão dupla, sem acostamento e, apesar da gente não conseguir ver pois estava escuro, com alguns precipícios. Mas foi o preço que pagamos por ir à Bósnia (que eu amei!) <3

Após a nossa tumultuada chegada, amanhecemos com um belo dia em Hvar e fomos explorar a região, na vibe slow travel. A cidade estava bem vazia, mas o dia estava bonitão! Passeamos pela praia de Hvar mesmo e o Zuco deu um mergulho… Como a água estava meeega fria, eu amarelei!

Hvar

Mais tarde fomos até a gracinha da Cidade Antiga (Old Town / Stari Grad) assistimos ao pôr do sol e nos perdemos um pouco pelas suas vielas.

Hvar

Hvar

No dia seguinte o tempo estava meio instável, mas estávamos decididos a ir para Bol, uma badalada cidade que fica na ilha de Brac próxima a Hvar, um bate e volta clássico da ilha, só que no caminho para o lugar onde pegaríamos o barco, o céu começou a ficar bem carregado. E coincidentemente, havíamos encostado o carro para tirar foto de uma praia linda que vimos do alto da estrada.

Hvar

Foi quando resolvemos abortar Bol do esquema (o céu estava bem carregado praquelas bandas) e descemos até a praia linda que nós vimos.

Hvar

Hvar

O nome do lugar é Uvala Zarace e nada mais é que uma prainha a 8km de Hvar (lcidade), praticamente deserta, com águas mega transparentes, verdes e geladas do Adriático. E que dessa vez eu mergulhei! Passamos cerca de uma hora por lá… Depois seguimos para um restaurante do outro lado da praia, que tinha vinho croata de fabricação própria e curtimos um fim de tarde naquela vibe de vida mais ou menos, sem pressa, sem preocupação com horário de barco ou qualquer coisa.

Hvar

Bol pode até ser linda como li em muitos lugares, mas não trocaria nossa tarde em Uvala Zarace por nada. Foi o nosso verdadeiro achado em Hvar!

Além do Bol, os passeios mais comuns de Hvar estão relacionados a outras praias e ilhas vizinhas, é possível alugar o seu próprio barco e pilotar  até as ilhas vizinhas. Chegamos a cogitar a ideia, mas confesso que não me lembro porque desistimos, acho que fez parte do slow preguiça travel e do não querer acordar cedo para pegar o barco e tal. Bom, porque se tivéssemos feito isso, perderíamos a nossa tarde especial!

Como vocês podem ver, levei bem a sério o slow travel da lua de mel, e a nossa estada em Hvar realmente foi bem sossegada.

 

Questões Práticas:

  • Achei Hvar cara, mais cara que Dubrovnik! O único restaurante que fomos, foi o Gego em Uvala Zarace, fora isso, aproveitamos que estávamos num apê, com uma ótima vista, e fizemos a nossa própria comida, pois os preços dos restaurantes estavam bem salgadinhos.
  • Hvar tem uma rede hoteleira relativamente boa, mas por conta dos preços, escolhemos alugar um apê, que foi ótimo e tinha uma vista perfeita!
  • Não vi transporte coletivo em Hvar e o único post que encontrei de quem visitou a ilha sem carro foi aqui , no Andarilhos do Mundo.

Hvar

E você, também curte uma slow travel? Conhece e tem dicas de Hvar? Usem e abusem dos comentários Pessoal!

 

Organize sua viagem com o ZigadaZuca:
Nós oferecemos apenas produtos que já testamos e que sempre utilizamos em nossas viagens.
Ao utilizar estas ofertas você não paga nada a mais, recebe um excelente serviço pelo melhor preço e ainda ajuda o blog.
.

        

Author: Natália Gastão

Fluminhoca (fluminense + carioca) experimentando a vida mineira em Belo Horizonte, fisioterapeuta, acupunturista e viajante. Apaixonada pelo Rio e por viajar, sofre de tensão pré e depressão pós viagem, não pode ver uma promoção de passagem aérea e quer ir para tudo quanto é canto.

Share This Post On

3 Comments

    • Tem tanta coisa para ver lá né?
      Quando voltar, quero fazer a Bósnia, Eslovênia e quem sabe algo do seu roteiro também?
      Adorei a visita, como sempre!
      Beijão!

      Post a Reply
  1. Lindas fotos quando quiser visitar nossa linda cidade novamente entre em contato conosco

    Post a Reply

Mantenha este blog vivo, comente!