Dubrovnik: A Pérola do Adriático

Dubrovnik foi a primeira cidade da Croácia que eu ouvi falar e também foi a primeira cidade da Croácia que eu conheci. E adorei!!! A combinação do azul do mar com os telhados avermelhados da cidade antiga (Stari Grad) e da arquitetura medieval com a modernidade de um teleférico, são fascinantes.

Muralha
Nossa estada lá, não teve roteiro pré-definido, como estávamos em lua de mel, deixei o mínimo possível de lêres e procurei curtir o local numa vibe bem slow travel. Mas então o que nós fizemos por lá? Logo abaixo segue um apanhado dos nossos lugares preferidos por lá. – Parêntese: todos esses lugares foram visitados a pé, tendo como referência a Cidade Antiga, onde nos hospedamos.

 

Muralhas da Cidade Antiga: É a atração mais famosa da cidade. E nada mais é do que contornar a Cidade Antiga pelas seus 2km de muralha (que oscila em altura e largura ao longo do percurso), com a possibilidade de ver a cidade e o mar por outra perspectiva.

Zucos na Muralha

Obs: Reserve algo em torno de 1-2 horas.
Local: Placa ulica, 32, logo que atravessa o Pile Gate (entrada principal da cidade murada) à esquerda.

Stari Grad (Cidade Antiga): Separe um tempo para se perder entre as vielas da Cidade Antiga, tem muita coisa legal para ver: construções medievais, palácios, igrejas, monastério, sinagoga, portões, dentre outras coisas mais.

Stari Grad

 

Museu de Fotos da Guerra (War Photo Limited): Esse museu foi uma grande surpresa para nós! Como o próprio nome diz, ele mostra, através de fotografias, as cicatrizes da guerra. Recomendo muito, principalmente se você tem interesse em ver um pouco da história recente do país. É uma experiência forte e impactante, faz você olhar para os moradores da cidade de forma diferente, imaginando se e como eles foram afetados pela guerra (sempre tenho essa curiosidade, mas o bom senso não me deixa perguntar).

Local: Antuninska, 6 – Cidade Velha (Stari Grad).
Quanto: 40 kunas (USD 9) ou 30 Kunas (estudantes ou grupos de 10).
Funcionamento:
Maio e outubro: 10h às 16h (fechado as 3f).
Junho a setembro: 10h às 22h (todos os dias).
Novembro a abril: Fechado.
*Infelizmente não pudemos fotografar essa atração! 🙁

Monte Srdj Ropeway: Bem próximo a Cidade Murada, esse é o lugar que proporciona a melhor vista da cidade. Você pode subir a pé, por uma trilha ou de teleférico, que na minha opinião é beeem mais legal! 🙂

Monte Srdj Ropeway

Local da estação do teleférico: Frana Supila 35a
Quanto: 100 kunas (ida e volta para adulto) e 50 kunas (ida e volta para crianças 4-12 anos).
Funcionamento:
Janeiro e dezembro: 9h às 16h.
Fevereiro, março e novembro: 9h às 17h.
Abril, maio e outubro: 9h às 20h
Junho, julho e agosto: 9h às 00h.
Setembro: 9 às 22h.
Maiores informações e venda de tickets on line no site.

Museu da Guerra da Independência da Croácia: Um ótimo passeio combinado a subida do teleférico. Esse museu, que localiza-se num Forte, narra a guerra através de mapas, fotos e um vídeo impressionante do ataque dos sérvios a Cidade Antiga, derrubando parte da muralha e destruindo grandes patrimônios. As marcas da guerra, também são vistas em suas paredes.

Marcas da Guerra

Obs: Contra indicado para os alérgicos, pois tem mofo pra tudo quanto é lado.
Local: Monte Srdj Ropeway.

Forte Lovrijenac: Com uma vista perfeita para a Muralha e o mar, esse foi um dos meus lugares preferidos de Dubrovnik, pois a gente permanece no clima medieval da Cidade Antiga, mas foge da mega turistada. E para os amantes de Game of Thrones (como euzinha aqui), é lá que é filmado grande parte das cenas de King’s Landing.

Forte Lovrijenac

Local: Općina Dubrovnik (à direita da Cidade Antiga).
Quanto: 30 kunas.
*Foto tirada da muralha.

Museu de Arte Moderna: Chegamos nesse museu por acaso e confesso que o que mais me chamou a atenção nele foi a arquitetura, o terraço com algumas esculturas e, principalmente, a vista para o mar e parte da Cidade Antiga. Não é muito grande, só visitamos porque estávamos com tempo.

Museu de Arte Moderna

 

Local: Put Frana Supila, 23 (uns 10-15 minutos de caminhada à esquerda da Cidade Antiga).
Quanto: Não encontrei o preço exato, mas lembro que não foi caro. Crianças e estudantes tem entrada gratuita.
Funcionamento: Terças-feiras aos domingos de 9h às 20h.
Maiores informações no site.

Essas foram as nossas escolhas, visitamos esses lugares por uns dois dias com calma, ou seja, se o seu tempo estiver apertado, acredito que dê para fazer quase tudo em um dia só. O que faltou? Visitar a Ilha de Mljet, além de dar um mergulho no mar e andar de caiaque, mas o Zuco estava gripado e não seria bom arriscar o resto da nossa viagem com ele piorando. E mesmo assim não tenho do que lamentar, considerei Dubrovnik com 100% de aproveitamento.

Resumindo, Dubrovnik é linda, agitada, cheia de turistas (e nós fomos na baixa temporada) e um pouco cara, porém nada que assuste quem está vindo da “Europa do Euro”, mas realmente vale a viagem!

 

Organize sua viagem com o ZigadaZuca:
Nós oferecemos apenas produtos que já testamos e que sempre utilizamos em nossas viagens.
Ao utilizar estas ofertas você não paga nada a mais, recebe um excelente serviço pelo melhor preço e ainda ajuda o blog.
.

        

Author: Natália Gastão

Fluminhoca (fluminense + carioca) experimentando a vida mineira em Belo Horizonte, fisioterapeuta, acupunturista e viajante. Apaixonada pelo Rio e por viajar, sofre de tensão pré e depressão pós viagem, não pode ver uma promoção de passagem aérea e quer ir para tudo quanto é canto.

Share This Post On

2 Comments

    • Estou ansiosa por você Rafa!!!
      A Croácia é incrível e tenho certeza de que você vai curtir cada cantinho daquele lugar! 🙂
      Beijão!

      Post a Reply

Mantenha este blog vivo, comente!