Bósnia: Mostar, Medjugorje e as marcas da guerra!

Quando eu estava organizando o roteiro da Croácia, eu sabia que precisaria passar num trecho da Bósnia, mas em todos os lugares que eu li, só diziam que não havia necessidade de visto e que era um trecho curto.

O que eu não sabia, é que a gente iria se interessar tanto pela história do país (após visitar o Museu de Fotos da Guerra em Dubrovnik) a ponto de mudar o rumo da viagem, no exato momento em que atravessamos o pequeno trecho e sem nenhum planejamento. É sério, ao passar pela Bósnia eu disse: “Bem que a gente podia ver alguma coisa…” e o Zuco disse: “Parece que Mostar não é muito distante” e então saímos do pequeno trecho com aquela sensação de estar perdendo algo, quando de repente, apenas com o Google Maps como navegador, pegamos outro caminho e entramos na Bósnia.

Ao ver o mapa descubro que Medjugorje (cidade onde Nossa Senhora fez várias aparições durante o período da Guerra) também estava por perto, sendo assim, primeiro desviamos o caminho para lá.

Medgorje

Eu não poderia deixar de ir até Medugorje, naquela mesma época da guerra, eu acompanhava os recados que ela dava às crianças, pois meu pai estava doente e, desde então, fiquei devota. Nem preciso dizer que foi emocionante estar lá na mesma colina onde aconteciam as aparições.

Como estávamos com pouco tempo e só com o Google Maps não chegamos a ir na Igreja da cidade, tentamos um “macaquês” pra descolar uma informação, mas não rolou.

De Medgorje, seguimos para Mostar, a cidade que nos impressionou nas fotos do Museu de Fotos da Guerra. Mas o que eu não fazia a menor ideia, é o quanto a cidade é linda!!! Pelo menos a parte antiga (Stari Grad / Old Town), que foi onde visitamos.

Logo de cara nos deparamos com a ponte que foi derrubada durante a guerra e que antes de ser derrubada, era alvo contante de atiradores (sniper). As marcas da guerra estão por todos os lados, mas o povo não aparenta tristeza. Pelo contrário, todos foram bem simpáticos o tempo todo.

Bósnia

Ao atravessar a ponte, seguimos para uma das Mesquitas da cidade, são várias (eu não sabia, mas a Bósnia é um país com uma grande maioria muçulmana). Pagamos uma entrada (não lembro quanto foi, mas foi barato, aliás a Bósnia é muito barata) e fomos até a torre, – é necessário estar com calça ou algo abaixo do joelho, eu estava de short e eles providenciaram um pano (tipo uma canga e coloquei por cima do short). A subida para a torre é numa escada caracol e meio claustrofóbica, para piorar as pessoas descem pela mesma escada que sobem, mas a gente deu conta e o visual compensou muito. Podemos ver a cidade antiga do alto, o rio Neretva com suas águas verdinhas e as montanhas.

Bósnia

Stari Most - Mostar

Saindo da Mesquita, demos mais uma volta, comemos um Cevapi – uns bolinhos de carne, prato típico da Bósnia – no restaurante Podrum, que eu recomendo muito, pegamos o carro e voltamos para o nosso roteiro original. Deixamos a Bósnia com muita vontade de ter ficado, com vontade de ter seguido até Sarajevo, de ter visto mais coisas, de ter passado ao menos uma noite nesse país tão apaixonante.

Bósnia

Portanto, fica a minha sugestão para você: Se puder, reserve ao menos uma noite para a Bósnia. Vale muito a pena!!!!

Moeda: BAM (marco convertível), mas nós usamos as kunas croatas sem problemas.
Conversão: R$ 1 equivale a 0,64 BAM
Visto: Brasileiros não precisam de visto para entrar na Bósnia, inclusive eles só carimbaram o nosso passaporte porque nós pedimos. 🙂

 

Organize sua viagem com o ZigadaZuca:
Nós oferecemos apenas produtos que já testamos e que sempre utilizamos em nossas viagens.
Ao utilizar estas ofertas você não paga nada a mais, recebe um excelente serviço pelo melhor preço e ainda ajuda o blog.
.

        

Author: Natália Gastão

Fluminhoca (fluminense + carioca) experimentando a vida mineira em Belo Horizonte, fisioterapeuta, acupunturista e viajante. Apaixonada pelo Rio e por viajar, sofre de tensão pré e depressão pós viagem, não pode ver uma promoção de passagem aérea e quer ir para tudo quanto é canto.

Share This Post On

4 Comments

  1. Inicialmente a Bósnia tava no roteiro das minhas próximas férias, mas quando comprei a passagem e comecei a colocar as cidades no papel, vi que não dava tempo para ver tudo que eu queria. É sempre assim, né? Como eu não queria dar só uma passadinha, deixei para depois. Até porque eu quero ir a Mostar, Saraievo e Višegrad (por causa do livro que li de lá), vou precisar de tempo. Aí eu acrescento Croácia, Montenegro e Sérvia e o roteiro tá pronto! 🙂

    Post a Reply
    • Você está certíssima Camila!
      Se eu tivesse me programado, talvez tivesse deixado ao menos uma noite para a Bósnia, mas ainda assim faltariam outros lugares. É que esse mundo é tão grande tão incrível, que dá até dor no coração abrir mão de uma cidade legal que está ali pertinho né?
      Adorei a visita!
      Beijão!

      Post a Reply
  2. Louca para conhecer, ainda mais depois de ler esse texto!! Foto maravilhosa essa primeira do post, hein??
    Parabéns!
    Bjs

    Post a Reply
    • Sei que sou suspeita Gabi!
      Mas vale muito, muito, muito a visita viu?!
      Obrigada por aparecer aqui!
      Beijão!!!

      Post a Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. RBBV orgulhosamente apresenta Ziga da Zuca | RBBV – Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem - […] – Bosnia – esse post e essas fotos me deixaram com uma vontadezona de […]

Mantenha este blog vivo, comente!