A belíssima São Petersburgo

Havia ouvido e lido muito sobre São Petersburgo e na maioria dos lugares havia alguma referência a Paris, pela beleza e encantos. Não conheço Conheci Paris (ainda!), e de fato existe uma ligação quase que poética entre as cidades. Na minha opinião, em ambas, apesar dos inúmeros atrativos, a gente também curte andar sem rumo e ficar de bobeira. Mas São Petersburgo apesar de ser um verdadeiro encanto, possui uma imponência nata!

São Petersburgo

Chegamos na cidade ainda de manhã e uma das nossas gratas surpresas, foi quando entramos num café e a atendente, quando viu que não éramos russos, começou a falar inglês. Para quem havia chegado de Moscou, onde ninguém falava inglês, essa foi uma recepção e tanto.

O primeiro lugar que visitamos foi a Fortaleza de Pedro e Paulo, considerada o ponto de partida para a construção da cidade, dentro delas encontramos a Catedral de Pedro e Paulo, um museu, uma antiga prisão e um cais. Tinha bastante gente quando fomos e acho que por conta dos turistas, é bem comum encontrarmos pessoas vestidas de Tzar e Tzarina pelos jardins para tirarem fotos. De cima, do que pode-se chamar de “muro”, da fortaleza, temos uma bela vista da cidade e do Rio Neva.

São Petersburgo

São Petersburgo

São Petersburgo

E como o dia estava espetacular, a parte externa da Fortaleza, estava uma verdadeira praia, onde muitas pessoas aproveitaram o gramado para estenderem suas “cangas” e pegarem sol.

São Petersburgo

Já outros os casais, aproveitaram o dia para fazerem suas fotos de casamento outdoor! *Encontramos muuuuitos noivos que saem após o casamento, com seus padrinhos e/ou familiares para tirar fotos. É um hábito bem comum! Aliás eu nunca imaginei que um dia também faria isso no meu casamento.

São Petersburgo

De lá fomos fazer um passeio de barco pelos canais, muito bacana ver a cidade por outro ângulo. Fizemos o passeio com uma guia falando russo, escolhemos um barco aleatoriamente, são muitos pela cidade. Mas a Camila do Viaggiando reservou um em inglês e deu todas as dicas aqui, então se você não quiser ficar boiando como nós, recomendo que reserve esse também. Mas posso dizer que mesmo sem entender nada do que a guia falava, estava absolutamente encantada com aquela beleza toda. *Dica: Não faça o passeio às 14hs no verãozão, apesar de ter sido lindo, o sol estava fritando nossas cabeças, como no verão o dia é longo, o passeio pode ser feito às 19hs sem problema algum! 🙂

São Petersburgo

São Petersburgo

São Petersburgo

E foi no passeio de barco que tive a primeira visão da Igreja do Sangue Derramado, estava ansiosa para ver a famosa igreja que recebeu esse apelido, seu nome oficial é Igreja da Ressurreição, por ter sido construída no mesmo lugar em que o Tzar Alexandre II foi assassinado, em 1881. Então assim que saímos do barco fomos direto para lá, contemplá-la como ela merece.

 

Sua arquitetura, lembra muito a Catedral de São Basílio, em Moscou, mas de alguma forma, essa é ainda mais rica em detalhes! Além das belíssimas cúpulas coloridas e trabalhadas, ela apresenta ícones (pinturas com as imagens de santos) no seu exterior. É de babar!

 

São Petersburgo

Mas ao contrário da Catedral de São Basílio, a parte interna da Igreja do Sangue Derramado também é de cair o queixo! Seu interior é feito de mosaico de mármore e não há uma parte onde suas paredes não estejam pintadas com os ícones da Igreja Ortodoxa. (entrada 250 rublos = R$ 15,00)

São Petersburgo

E é claro, que ela também quaaaase foi demolida em 1930 durante o comunismo, e mais uma vez, algo deve ter feito os caras segurarem a onda! *Thanks God!

Em frente a Igreja tem uma ótima feirinha de artesanatos e souvenirs, consegui bastante coisa por um bom preço, mas a minha dica é: Ignore as primeiras barracas, são muuuito mais caras que as do meio para o fim e tente negociar, afinal lá o povo até que arranha um inglês e costuma dar um descontinho básico para quem tenta! 🙂

Saindo de lá a missão do dia estava cumprida! Aproveitamos o nosso dia mega longo, pois pegamos o final da Noites Brancas quando a cidade não escurece totalmente, – Coisa que eu adoooro! – e fomos bater perna na Av Nevsky Prospect, a principal da cidade, onde a cidade bomba além dos pontos turísticos, e tem várias opções de bares, restaurantes, lojas, livrarias, etc.

 

Lá paramos no charmoso Café Singer (nosso momento extravagância e dica da querida Marcie), que tem uma ótima vista, e experimentamos o tradicional Pelmeni (me lembrou um ravioli maiorzinho, imitando um pastel), aprovamos!

São Petersburgo

No primeiro piso do prédio do Café Singer, tem uma livraria enorme com os mais diversos títulos, vale à pena dar uma rodada por lá!

São Petersburgo nos fisgou direitinho e logo de cara, mesmo sem eu saber se parece ou não com Paris ou Amsterdã (pelos canais), ela ganhou meu coração! =)

 

Organize sua viagem com o ZigadaZuca:
Nós oferecemos apenas produtos que já testamos e que sempre utilizamos em nossas viagens.
Ao utilizar estas ofertas você não paga nada a mais, recebe um excelente serviço pelo melhor preço e ainda ajuda o blog.
.

        

Author: Natália Gastão

Fluminhoca (fluminense + carioca) experimentando a vida mineira em Belo Horizonte, fisioterapeuta, acupunturista e viajante. Apaixonada pelo Rio e por viajar, sofre de tensão pré e depressão pós viagem, não pode ver uma promoção de passagem aérea e quer ir para tudo quanto é canto.

Share This Post On

11 Comments

  1. Tudo é questão de referência mesmo. Eu, que tinha acabado de sair da Suécia e da Finlândia, achei que ninguém falava inglês em Sao Petersburgo. Mas nada como vir de Moscou para se ter outra impressão, né? Imagina no interior do país! Mas, mesmo com todas as dificuldades, eu não me canso de repetir que a Rússia é fascinante! 😉

    Beijos!

    Post a Reply
    • Verdade! Lembro de você se queixando da barreira linguística em São Petersburgo, mas acredite, quem vem de Moscou acha uma maravilha! hehehe
      E apesar disso tudo, concordo com você, a Rússia é fascinante mesmo!
      Beijinhos!

      Post a Reply
  2. Natalia
    Adorei o post e você está de parabéns!Deu pra sentir como foi sua viagem e como é uma delícia viajar pelo mundo sem a neurose de fazer grandes roteiros. Que venha muitas viagens assim!Ahhh…a igreja é linda,ver os casais de noivos sendo fotografados deve ser show de bola também!

    Post a Reply
    • Obrigada Ana Paula!
      São Petersburgo é realmente deslumbrante, passaria mais alguns dias dias se pudesse, porque vale muito à pena!

      Post a Reply
  3. Ótimo post!!! Ainda vou conhecer essa cidade!
    Não dá pra deixar de falar que ninguém merece esses regimes políticos ideológicos (qualquer que seja) que destroem o patrimonio cultural. Para quê, né?

    Post a Reply
    • Obrigada Douglas!
      São Petersburgo é uma cidade ímpar, que sobreviveu a várias guerras e regimes políticos de forma admirável! Você não se arrependerá de visitá-la! =)

      Post a Reply

Mantenha este blog vivo, comente!