Como usar o overbooking a seu favor.

Logo que compramos nossa passagem para Moscou, tentamos negociar com a empresa um stopover de 1-2 dias em Madrid, mas o valor que eles cobraram era tão alto (em torno de R$ 2.000,00) que achamos melhor comprar uma passagem para Madrid em outra oportunidade e ficar mais tempo. Mas ainda assim, eu queria e muuuito passar ao menos uma noite na cidade… Foi aí que a Mari Campos através do seu “Pequeno Livro de Viagem” me deu o pulo do gato: “se tiver tempo sobrando ao retornar das férias, avise ao funcionário do guichê de check-in que você está disponível para ficar em casos de overbooking.” – E apesar de termos feito nosso check-in ainda em Moscou, chegamos em Madrid e falamos com o pessoal da Ibéria, eles então cancelaram o check-in feito em Moscou e nos deram um bilhete de embarque escrito SBY (stand by) no lugar onde viria escrito o número da poltrona.

Overbooking

Após receber o bilhete, passamos por todo o procedimento padrão de embarque, raio-x, imigração, etc. E então aguardamos o embarque de todos os passageiros, sabíamos que o vôo estava lotado pois uma galera (15 pessoas) estava com o bilhete SBY, mas eles não foram voluntários.

Overbooking

Embarque encerrado, um funcionário da empresa (Ibéria) nos levou para um dos guichês e remarcou os nossos vôos, que para melhorar a situação, deixou de ser para Guarulhos e veio direto para o Rio (ainda economizei na passagem GRU-GIG \o/), e ainda ganhamos o nosso desejado dia em Madrid (com mais 2 noites).

Vôo remarcado, hora do ressarcimento, fomos a outro guichê e recebemos cada um, um cartão de saque com saldo de 300 euros (passageiros não voluntários receberam 600 euros).

Overbooking

Além disso recebemos um voucher para nos hospedarmos no Meliá Barajas Hotel, que fica próximo ao aeroporto e ao metrô (maravilha), com todas as refeições (com vinho) inclusas. Nem preciso dizer que foi o melhor hotel da viagem né?

Overbooking

Overbooking

Fiquei impressionada com a organização deles para casos como esses. o cartão, o voucher, etc. Eles parecem realmente estarem preparados para o caso de overbooking, afinal como é permitido por lei, sabem o que fazer… Já aqui eu não teria tanta certeza, embora aconteça muito.

Uma coisa que eles poderiam ter feito, era perguntar dentre os passageiros com os assentos garantidos, se alguém teria interesse de trocar com alguém que estivesse em overbooking. Pois da mesma maneira que nós queríamos ficar, outras pessoas também poderiam querer, em contrapartida havia uma senhora que precisava retornar e não conseguiu. Aposto que teria fila!!!
Pontos negativos:

  • O processo é cansativo, ainda mais no final da viagem e com um vôo tarde como o nosso (00:40hs), até finalizar o processo todo já era alta madrugada, 3 horas da matina e estávamos mortos!
  • Como estava tarde da noite, não conseguimos pegar as nossas malas, então ficou o inconveniente de não trocar de roupa, embora euzinha aqui, tenha levado uma muda na mochila, pois sabia que, de qualquer forma, passaríamos a tarde inteira rodando sob o sol de Madrid e pretendia ao menos trocar a roupa na hora do vôo.

 

Mas para mim, isso foi pouca coisa, afinal com 300 euros e as rebajas de Madrid, a gente providenciou outra roupa rapidinho! (*Valeu Mari!)

E você já pegou algum overbooking? Conta aí pra gente ver o procedimento das diferentes companhias!

 

Organize sua viagem com o ZigadaZuca:
Nós oferecemos apenas produtos que já testamos e que sempre utilizamos em nossas viagens.
Ao utilizar estas ofertas você não paga nada a mais, recebe um excelente serviço pelo melhor preço e ainda ajuda o blog.
.

        

Author: Natália Gastão

Fluminhoca (fluminense + carioca) experimentando a vida mineira em Belo Horizonte, fisioterapeuta, acupunturista e viajante. Apaixonada pelo Rio e por viajar, sofre de tensão pré e depressão pós viagem, não pode ver uma promoção de passagem aérea e quer ir para tudo quanto é canto.

Share This Post On

22 Comments

  1. Obrigada Beta!
    Achei sensacional, daqui pra frente sempre tentarei descolar um overbooking na volta das viagens! =)

    Post a Reply
  2. Legal, né? Eu também voltei de Ibéria agora (contra a vontade, por causa daquela troca da LAN, lembra?) e tentei suuuuper me voluntariar mas nem o cartão de stand by eles toparam dar :-(((( O voo tava cheio, mas foi com 2 assentos vazios, então não rolou. Mas acho uma ótima quando a gente tem disponibilidade mesmo.
    Sobre o lance de perguntar aos passageiros, também concordo. E, por mais que eu não goste da AA, isso eles fazem: na hora do embarque, anunciam no microfone que buscam voluntários e em que condições – acho muito mais honesto.
    Mas que bom saber que a dica foi útil e vcs aproveitaram bastante 😀

    Post a Reply
  3. Eu já passei por isso num retorno do Canadá, com escala em Miami. Deu overbooking, eles anunciaram no microfone e nós nos voluntariamos: ganhamos 800 dólares cada (mas não era cash, era um voucher pra comprar passagens) + hotel, transporte e alimentação.

    E como não conhecíamos Miami, deu pra curtir uma cidade nova “de grátis”.

    Inconvenientes:
    – o hotel apesar de excelente era longe, então tivemos que gastar com táxi para ir a Miami Beach.

    – tb não tivemos acesso às nossas malas, e como saímos do frio do Canadá pro calor de Miami, fomos obrigados a providenciar roupas.

    – O voucher de comida era bem miserável: 35 dólares por pessoa pra jantar, café da manhã e almoço. Isso mal pagava o café…

    Mas super valeu a pena, no final do ano já temos praticamente uma viagem de graça.

    Post a Reply
  4. caraca, eu não dou esse tipo de sorte! mas vou ficar de olho e assim que tiver a chance, tentar me oferecer como voluntaria tb!

    boa dica!

    Post a Reply
  5. Mari, foi excelente!!!
    E quase pegamos outro overbooking no dia do nosso embarque, com bilhete de stand by e tudo, mas a gente “coube” e embarcou! Se acontecesse, iríamos ganhar mais 600 euros… Pagaria as duas passagens baratíssimas para a Russia.
    Mas valeu!!!

    Post a Reply
  6. Carla, realmente não sei como as companhias brasileiras fazem em relação ao overbooking, mas não sei se teria coragem de arriscar se fosse por aqui.
    Além do mais, acho que é jogo o overbooking na volta, já na ida tem todos esses inconvenientes de cancelar passeios e reservas.
    Mas nem sempre a gente escolhe né?

    Post a Reply
  7. eu fiz isso e ganhei um dia em NY + um voucher da American Airlines de 800 dolares para usar em outra passagem. =D

    Post a Reply
  8. a dica para evitar ser pego pelo overbooking, especialmente na AA, é marcar os assentos com antecedencia. eu escolhi os meus assim que comprei. quem deixa pra escolher na hora do check in, corre o risco de não achar nada disponível. se vocês tiverem pressa de voltar, ficadicapravida!

    Post a Reply
  9. Que máximo Tata! Sempre marco os meus retornos no prazo limite. As duas voltas da Europa foram no domingo durante o dia, tendo que trabalhar na segunda. Mas quando precisar voltar antes por causa de promoção, vou tentar esta tática! Será que corria o risco de um de vcs embarcar e o outro não?
    Bjos

    Post a Reply
  10. No início ficamos preocupados, mas quando vimos que havia uma galera em overbooking, relaxamos… Mas acho que o risco sempre existe! Mas eu ia inventar alguma coisa que justificasse eu não voltar sozinha =))

    Post a Reply
  11. Passei pelo mesmo em uma conexão em Amsterdam, e os funcionários da KLM foram muito ríspidos. Me colocaram em um hotel em Schipol, distante de Amsterdam, um desastre.
    Mas pelo menos passei um dia em Amsterdam, amo a cidade!
    Bj

    Post a Reply
  12. Hehehe, acabou sendo muito vantajoso, parabens.

    Post a Reply
  13. Bem, que sorte… mas isso pode acontecer em qualquer voo? desculpa a ignorância…

    Post a Reply
  14. Comigo já aconteceu overbooking pela Iberia de São Paulo GRU – Lisboa Portela, correu tudo bem, ainda a funcionário da empresa (Ibéria) nos levou para um dos guichês e remarcou o meu vôo, para mesmo dia por outra companhia área, além disso recebi um voucher no valor de 300euros para viagens ou 150 euros para ser retirado em especie. Não tenho o reclamar….cara amiga Tania acredito possa acontecer em qualquer vôo,pois as empresas acabam por vender bilhetes a mais.

    Post a Reply
  15. Nossa, que maneiro! Nunca pensei nessa possibilidade..
    Nunca aconteceu comigo nenhum overbooking, mas é bom ficar ligada nessa dica. Adorei!
    Beijão

    Post a Reply
    • Como eu disse no post, isso só me veio a cabeça por causa do livrinho da Mari, e olha, foi perfeito!!!!!
      Recomendo demais! hahaha 🙂

      Post a Reply
    • Que bom que gostou Karla!
      Vou para a Europa agora em janeiro e vou tentar um overbooking na volta! Em tempo de euro alto, é a melhor receita para o final de uma viagem! 🙂
      Beijão!

      Post a Reply

Mantenha este blog vivo, comente!