Ilha do Mel

A vontade de conhecer essa ilha me acompanha desde a época que estudava em Blumenau. Pois sempre ouvia meus amigos dizerem o quanto a Ilha do Mel era linda, era paradisíaca, pelas praias, vegetação, ondas, etc. Até que em maio de 2008, tive a oportunidade de conhecer esse lugar tão especial!
Foi uma viagem de meninas… Uma das únicas que não fiz com o Zuco, mas ele estava com a “outra”: A TESE! Aí, já é batalha vencida… E nem me meto a competir! Mas como sempre digo, “alguém tem que se divertir neste casal né?” e lá fui eu cumprir essa difícil minha missão no litoral paranaense.

A Ilha do Mel fica a 90 km de Curitiba e seu acesso só é feito pelo mar. Localiza-se na Baía de Paranaguá, e tem uma área de aproximadamente 2700 hectares.

Ficamos hospedadas na deliciosa Pousada D’Aconchego que localiza-se na Praia de Brasília (ou Nova Brasília), não é o lado mais badalado da ilha, mas certamente é o do melhor pôr do sol… E logo no primeiro dia ficamos maravilhadas.

No primeiro dia, saímos da nossa pousada rumo a Gruta das Encantadas, que fica do outro lado da ilha (dá uma olhadinha no mapa lá em cima)… Como fomos à pé, o trajeto durou o dia todo!!!

E no caminho, a gente parava nas praias, todas vazias, com águas limpas e transparentes…

A Praia Grande, que é mais frequentada por surfistas…

Praia do Miguel

Subimos o morro…

Admiramos o visual…

Mar de Fora

E o trecho caminhado até aqui.  *Detalhe para a área de risco, que nós desconhecíamos totalmente!

Deixamos o morro para trás…

E chegamos na Gruta das Encantadas

Depois da gruta, seguimos até a Praia de Encantadas (a mais movimentada) e nos deparamos com esse visual…

Como além de estar escurecendo também estávamos exaustas, pegamos um barco (tipo um taxi) e pedimos que nos levasse a Praia de Brasília. E fomos gentilmente escoltadas por alguns golfinhos que acompanharam o barco… Simplesmente lindo! Pena não ter feito nenhuma foto desse momento.

No dia seguinte, fomos conferir a visão panorâmica da ilha subindo até o Morro das Conchas onde localiza-se o Farol das Conchas. O farol é aquele ponto que serve de referência, pois o vemos de quase todos os pontos da ilha, da mesma maneira, que conseguimos ver quase tudo de lá.

E de lá vimos a Praia de Fora, Grande e depois da última “curvinha” a do Miguel…

A praia da Fortaleza com toda a vegetação que vem antes dela…

Praia do Farol, com o Istmo ao fundo…

E a de Brasília lááá atrás…

Depois de babar bastante com o visual, era hora de descer…

E desfrutar desse pequeno paraíso. Olha que sossego…

No terceiro dia, fomos visitar a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres, num lado da ilha que ainda não havíamos ido…

E também, um lado mais vazio…

Aparentemente mais sucetível a ressacas, provavelmente por estar no chamado “mar de fora”.

Mas cheio dessas conhas, que parecem peça de bijou, porém se desmancham na mão…

 

Deu para notar que o tempo estava fechando né?

Finalmente chegamos no Forte!

 

Nossa volta para a pousada estava meio “Lost”…

Sempre estávamos acompanhados de um lado pela praia e de outro pela vegetação, achei super legal o contraste… (para mim ainda meio “Lost” – hehe)

E aproveitando a deixa da virada do tempo, deixamos a ilha naquela mesma tarde… E olha como estava o mar na hora da nossa travessia!

Nights ou Baladas? Fomos em maio, época de baixa temporada. Além disso, o agito acontece mais na Praia de Encantadas. Porém, chegamos a tomar uma cervejinha com o pessoal que estava na pousada e na vizinhança, muuuito divertido!

Sem dúvida alguma, a Ilha do Mel é um lugar super recomendado para descansar, namorar e desligar! Aos solteiros e baladeiros de plantão, o verão costuma ser bem mais animado ok?

Agora não tem jeito! Vou precisar fazer o sacrifício de levar o Zuco para conhecer esse paraíso… Missão árdua!!!! hehehe

E você, conhece a Ilha do Mel? Onde ficou? E quais as dicas que você pode deixar para o pessoal que quer conhecer esse lugar paradisíaco?

FOTOS: Andréa C. Monteiro, Josye Mauro e Natália Gastão
POUSADA D’ACONCHEGO: (41) 3426-8030 ou através do site aqui
IMPORTANTE: A Ilha do Mel, sendo uma Estação Ecológica ou Unidade de Conservação, é administrada pelo IAP (Instituto Ambiental do Paraná) que estipula o número de visitantes em 5.000 pessoas. Portanto programe-se antes de viajar pois nos finais de semanas, feriados prolongados e no verão, a ilha costuma lotar. Reservas antecipadas em pousadas, albergues e campings são fundamentais.

Author: Natália Gastão

Fluminhoca (fluminense + carioca) experimentando a vida mineira em Belo Horizonte, fisioterapeuta, acupunturista e viajante. Apaixonada pelo Rio e por viajar, sofre de tensão pré e depressão pós viagem, não pode ver uma promoção de passagem aérea e quer ir para tudo quanto é canto.

Share This Post On

9 Comments

  1. Adorei o post, as fotos estao lindíssimas!! Deu vontade de conhecer a Ilha do Mel! 🙂 Super beijo!

    Post a Reply
  2. Adorei!
    Vou conhecer logo depois do carnaval!
    Mas já sei que vai ser muito legal!

    Post a Reply
  3. Que bom que você gostou Carina, demorou mas saiu né?

    Beta que maravilha!!!! A Ilha do Mel é muito gostosa… Você vai adorar! Aproveita e volta aqui para contar o que você achou de lá. =)

    Post a Reply
  4. Lindo… Lindo… Lindo prima

    Adorei aparecer mais um poucuinho no seu blog… hehehehe

    Beijinhos
    Dea

    Post a Reply
  5. Obrigada pelo elogio e pela visita Lenina!
    Claro que vou aparecer no Descobrindo Paisagens! =)
    Beijo grande!

    Post a Reply
    • Obrigada pela visita Laura!
      A Ilha do Mel realmente é fascinante, tenho muita vontade de voltar lá com o meu namorado! =)

      Post a Reply
  6. Ainda não conheço a Ilha do Mel, mas com essas fotos deu muita vontade de conhecer.
    Lugar Lindo!!!

    Post a Reply

Mantenha este blog vivo, comente!