Bondinho de Santa Teresa

Como muitos cariocas, que nunca foram no Corcovado ou Pão de Açúcar, euzinha só estreei no Bondinho de Santa Teresa há apenas 2 semanas. E apesar dos trancos, achei ótimo!

Já na estação, notei váários turistas (brazucas e gringos), alguns moradores de Santa Teresa que realmente usam o bonde como meio de transporte e nós: Cariocas que resolvemos, aliás resolvi (O Zuco já havia andado), passear e conhecer o tradicional postal carioca.

Confesso que estava na maior expectativa, principalmente para passar sobre os Arcos da Lapa. Por muitas vezes vi e fotografei o bondinho sobre os Arcos e sempre achei legal!

Depois dos Arcos, entramos efetivamente em Santa Teresa e começamos a subir suas ladeiras.

O “maquinista”, que já deve estar acostumado, ou com boa vontade mesmo, deu uma de guia turístico e parou em certo ponto dizendo “Aí o gigante deitado para vocês fotografarem”, referindo-se as montanhas que formam um desenho semelhante no horizonte.

Também pudemos ver de longe, o lugar onde provavelmente é feita a manutenção dos bondes.


Ao longo do trajeto existem os “pontos” onde as pessoas pegam ou descem do bonde, no geral, quem literalmente, “pega o bonde andando” (ou no caminho), são moradores do bairro.

Gostei do passeio, mas o vejo exatamente assim, pois o bonde é lento e dá muitos trancos, não sei se o usaria como um transporte diário, embora acredite que com uma boa manutenção, assiduidade e frequência, seria uma excelente saída para diminuir o trânsito e a poluição. Sem contar com o visual e o passeio quase de graça!

ATUALIZAÇÃO:
Infelizmente, após o trágico acidente com o bondinho em 27 de agosto de 2011, os bondes foram recolhidos para manutenção, sem data prevista para voltar a circular. Lamentável que precise de um acidente como o que houve, para que as autoridades tomarem providências básicas, como uma simples manutenção.

FOTOS: Tales Lobosco e Natália Gastão (Zucos)

Endereço: Estação de Bondes – ao lado do Aqueduto da Carioca, na Rua Lélio Gama.
Bairro: Centro (entre as estações de metrô Carioca e Cinelândia)
Tel: (21) 2249-5709
Visitação: Os bondes saem a cada meia hora, das 6h às 23h
Valor da Passagem: R$ 0,60

Author: Natália Gastão

Fluminhoca (fluminense + carioca) experimentando a vida mineira em Belo Horizonte, fisioterapeuta, acupunturista e viajante. Apaixonada pelo Rio e por viajar, sofre de tensão pré e depressão pós viagem, não pode ver uma promoção de passagem aérea e quer ir para tudo quanto é canto.

Share This Post On

6 Comments

  1. Obrigada Leidinara!!!!
    Visitarei o seu blog já! =)
    Valeu pela visita e apareça sempre!

    Post a Reply
  2. Sensacional !!! Vou deixar uma dica para os seus leitores. Ha algum tempo, eu trabalhei no centro da cidade, perto da estacao do bondinho. De vez em qdo, faziamos um almoco cultural, indo de bondinho ate a Adega do Pimenta, em Sta Teresa. Comiamos um Eisbein (joelho de porco) que ficava temperando desde o dia anterior. Bom demais da conta. Como eu costumo dizer : era de dar com a cara no poste !!!

    Post a Reply
  3. Arrasou Paulo!!!
    A dica é excelente, eu mesma nunca fui a Adega do Pimenta, vou experimentar, só não garanto que seja o mesmo prato! hehehe

    Post a Reply
  4. Tatá, o seu blog está ótimo, parabéns!!!! Delícia navegar por aqui!
    Beijão,
    Pitty

    Post a Reply

Mantenha este blog vivo, comente!